Suporte Dermatológico

Os efeitos colaterais da Quimioterapia

O tratamento oncológico compreende procedimentos como cirurgia, quimioterapia, radioterapia, hormonioterapia, imunoterapia e terapia-alvo, que podem ser realizadas em conjunto ou separadamen te.

Na quimioterapia, são usados medicamentos de alta toxicidade que agem contra as células de crescimento rápido, como as tumorais. No entanto, no organismo humano existem células normais que também se multiplicam rapidamente e acabam sendo igualmente afetadas pela ação do tratamento, como as que revestem o aparelho digestivo, as que produzem sangue e as células da pele e dos cabelos. Por isso um dos efeitos colaterais mais comuns da quimioterapia é a queda de cabelo.

Além desta consequência, os medicamentos usados também pode causar alterações na boca e nos lábios, queda de imunidade, transformações nas unhas, nos cílios e nas sobrancelhas, coceiras e ressecamento de pele, dentre outros.

Quais são os principais efeitos colaterais?

  • Aftas
  • Queda de cabelo (parcial ou total)
  • Diminuição dos pêlos do corpo
  • Micoses e frieiras
  • Manchas e coceiras na pele
  • Ressecamento da pele
  • Queimaduras (na radioterapia)
  • Inflamações na pele das mãos e dos pés
  • Alergias
  • Infecções cutâneas
  • Manchas
  • Cicatrizes pós-cirurgia
  • Boca seca
  • Ressecamento e inflamação dos lábios e boca
  • Fragilidade e alteração da cor das unhas

O dermatologista pode identificar esses efeitos colaterais e tratá-los para que sejam amenizados e até prevenidos, o que acaba por melhorar a qualidade de vida do enfermo e aumenta sua autoestima. O próprio paciente pode tomar alguns cuidados diários em casa, durante a vigência do tratamento, para minimizar o impacto dessas terapias.

Veja aqui como a dermatologia pode te ajudar.